ISO9001

Depoimentos

"O município de Cambará do Sul mantém com a CDP uma parceria sólida e profícua desde o ano de 2005. A consultoria tem sido de fundamental importância para a Administração Municipal. Todos os grandes empreendimentos são realizados no município com a participação e aval da CDP nos aspectos legais e jurídicos. Somos auxiliados em toda a matéria legal que envolve o município. O atendimento é pessoal e com muito profissionalismo. É uma parceria que deu certo e está consagrada."

leia + depoimentos
João Itamar da Silva, Procurador Geral ,
Cambará do Sul - RS.

Notícias

Prefeitura de Três Coroas repudia projeto de central hidrelétrica

07/03/2019 | Fonte: Jornal Correio do Povo | Acessos: 259

Município está preocupado com a possível interferência nas práticas turísticas desenvolvidas na região

A Prefeitura de Três Coroas encaminhou ao Ministério Público Estadual (MP) um Termo de Informação repudiando a intenção de um empreendedor de construir uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) no rio Paranhana. O município afirma que só tomou conhecimento da construção pois entrou em tramitação, na Prefeitura de Canela, a avaliação de um estudo ambiental para a construção da central, próximo à divisa com Três Coroas.

No documento encaminhado ao MP, o Executivo argumenta que a obra, além de ser uma agressão ao meio ambiente, afetará a prática esportiva e turística de atividades aquáticas como o rafting, um dos principais atrativos da cidade e que movimenta a economia local. "Três Coroas ostenta com o orgulho o título de Cidade Verde, devido à preservação de suas características naturais. Além disso, o turismo ecológico e de aventura é uma grande alternativa econômica, já que somos dependentes da produção de calçados", afirma o prefeito Orlando Teixeira. Entretanto, como o processo está na esfera municipal de Canela, Três Coroas só poderá tomar medidas quando a pauta for oficializada nos demais órgãos de fiscalização e controle.

A Prefeitura de Canela informou que a Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana recebeu, em 2018, uma solicitação de elaboração de Viabilidade Ambiental de uma PCH no rio Paranhana. Por meio de nota, a prefeitura ressaltou que o procedimento é comum e necessário a qualquer empreendimento que pretenda se instalar no município e que deverá observar a lei e o regramento vigente. "Havendo pedido de análise de projeto ou empreendimento, por particular, compete ao município recebê-lo e, assim, adotar os procedimentos que vierem a ser aplicados”.

< Voltar

Envie a um amigo